WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa se posiciona sobre manifestação no IML

0

O Sindicato dos médicos do Pará (Sindmepa) esclarece que, a despeito das matérias publicadas nesta terça-feira nos jornais O Liberal e Amazônia sobre a suspensão dos serviços de atendimento no Centro de Perícias Científicas (CPC) Renato Chaves, não procede a informação de que foi implantado o Plano de Carreira, Cargos e Remuneração dos médicos legistas e odontólogos que atuam no órgão.

Na manhã da última segunda-feira, os profissionais do IML fizeram uma manifestação para expressar a insatisfação das duas categorias quanto às condições de trabalho, consideradas precárias. Foi exigida a saída do atual diretor do Centro de Perícias, Humberto Sena. Os profissionais alegam que a administração do órgão continua cometendo arbitrariedades e perseguições pessoais junto aos médicos legistas e odontólogos, mantendo a situação que levou as duas categorias a decretar greve no último mês de junho. As irregularidades já foram denunciadas ao Ministério Público do Estado.

Além disso, tanto o Sindmepa quanto o Sindicato dos odontólogos do Pará não reconhecem a Associação de Peritos Oficiais do Pará (Aspop) como entidade de defesa trabalhista das duas categorias. A associação é vista pelos profissionais como um apêndice da direção geral do órgão.

Para o Sindicato dos Médicos do Pará, a manifestação atingiu o objetivo desejado. Os atendimentos no IML foram feitos pelos diretores que possuem DAS.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará