WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa visita Hospitais Universitários

0

A diretoria do Sindicato dos Médicos do Pará (Sindmepa) inicia o semestre realizando visitas aos hospitais ligados à Universidade Federal do Pará (UFPA) . No último dia 04, os diretores estiveram no Hospital Universitário Bettina Ferro de Souza (HUBFS), no campus  Guamá, periferia de Belém. No dia 06 de agosto, será a vez do Hospital João de Barros Barreto (HUJBB), localizado na rua dos Mundurucus, também no bairro do Guamá.
Na primeira visita, os diretores João Gouveia, Sérgio Lima e Wilson Machado se reuniram com Murilo Morhy, diretor do Hospital Bettina, e conheceram a moderna e organizada estrutura da unidade, os programas realizados, como o Caminhar, voltado a crianças especiais, além de acompanharem de perto um pouco da rotina de exames e tratamentos específicos em oftalmologia e otorrinologia. De acordo com os diretores, a visita surpreendeu positivamente.

Rotina – As visitas às unidades de saúde fazem parte da rotina do sindicato. São realizadas sempre que uma nova gestão é empossada, como no caso do Hospital Bettina. A ação também tem como objetivo estreitar laços e oferecer ajuda na busca de melhorias no atendimento e das condições de trabalho para os profissionais médicos. |Como participamos de mesas de negociações com as secretarias de saúde  municipal e estadual, além do Conselho Estadual de Saúde, podemos intermediar e até lutar em parceria com os gestores pela melhoria dos hospitais|, afirmou Gouveia.

Uma das necessidades relatadas pelo diretor do hospital Bettina foi a implantação do trabalho de Atenção Básica. |Nós temos estrutura e pessoal para trabalhar nessa área, porém, a Secretaria Municipal de Saúde não repassa verbas do atendimento e o hospital não tem recursos para manter esse serviço sozinho|, declarou Morhy. Os diretores do Sindmepa prometeram levar esse e outros questionamentos para discussão nas reuniões com o poder público.

thumb.php

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará