WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Diretoria propõe medidas de prevenção do vírus H1N1 no Pará

0

Representantes de cerca de 30 entidades participaram de uma reunião na última terça-feira, 15, na sede do Conselho Estadual de Saúde (CES). Entre os assuntos discutidos, estavam propostas e sugestões para conter o avanço do vírus H1N1 entre a população que mora no Pará. Durante a reunião, o diretor do Sindmepa Waldir Cardoso, também membro do Conselho Estadual de Saúde, sugeriu três medidas de prevenção do vírus Influenza A, a serem colocadas em prática especialmente no período de chuvas no estado.

O diretor do Sindmepa reconhece os esforços das instituições públicas de saúde no enfrentamento da doença no Pará, mas destaca que, com a chegada do inverno, existe uma chance maior de ocorrer um aumento de incidência do vírus H1N1 na região. |Além disso, existem outros fatores agravantes, como dengue, malária e doença respiratórias, que podem culminar em uma epidemia da Gripe A. Tememos que a situação se agrave|,  afirma Cardoso.

A primeira medida consiste em uma intensiva e extensiva capacitação dos trabalhadores de saúde, particularmente dos médicos e equipe de enfermagem, principalmente em Belém e nas cidades pólo: Ananindeua, Castanhal, Tucuruí, Marabá, Santarém, Redenção e Altamira.  A segunda sugestão para conter a gripe A no estado é elaborar um plano de contingência contemplando um eventual aumento do número de casos graves que necessitem de leitos de terapia intensiva.  A terceira medida de prevenção apontada pelo representante do sindicato dos médicos do Pará é que as autoridades competentes conduzam uma campanha maciça de esclarecimento à população sobre as atitudes indicadas para proteção individual e coletiva.  A sugestão do Sindmepa é que a campanha seja divulgada em veículos de amplo alcance, como rádio e televisão, durante o horário nobre.

Todas as propostas foram aprovadas pelos participantes da reunião e serão agora publicadas com recomendação do CES ao Governo do Estado.

O Sindmepa alerta ainda que as medidas de prevenção à doença devem ser seguidas tanto pelos profissionais de saúde que atendem aos pacientes com sintomas da Gripe A quanto pela população em geral, que precisa adquirir hábitos  básicos de higiene que evitam a transmissão do vírus H1N1, como lavar as mãos regularmente.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará