WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Atenção Primária à Saúde é discutida na Uepa

0

O diretor do Sindmepa, Luiz Sena, será um dos palestrantes no I Seminário de Atenção Primária à Saúde, que acotecerá nos dias 2 e 3 de outubro, no bloco D do Centro de Ciências Biológicas e Saúde (CCBS), localizado na avenida Almirante Barroso.

De 80 a 85% dos problemas de saúde podem ser resolvidos por meio da atenção primária. Esse dado é baseado em estatísticas oficiais do Ministério da Saúde. O tema, que abrange a saúde da criança, da mulher, do idoso, saúde mental e educação médica, terá enfoque durante o seminário

O evento é resultado de uma parceria entre a Associação Paraense de Medicina de Família e Comunidade (APAMFC) e a Universidade do Estado do Pará (UEPA), com apoio da Universidade Federal do Pará (UFPA) e do Centro Universitário do Pará (Cesupa). Durante a programação, serão discutidos aspectos de todas as áreas de atuação dos médicos na atenção primária à saúde.

De acordo com Yuji Magalhães Ikuta, professor do curso de Medicina da UEPA, a atenção primária abrange tanto a promoção da saúde quanto a prevenção de doenças. |O médico que atua na atenção primária à saúde deve ser capaz de atender todos os ciclos de vida, da gestação até a velhice. É o que chamamos de `médico da família´, que também irá atender o paciente de uma família ao longo do tempo|, diz o médico.

Participam do seminário os médicos Gustavo Diniz Ferreira Gusso, presidente da Sociedade Brasileira de Medicina da Família e Comunidade (SBMFC) de Florianópolis (PR) e o médico Luís Felipe Cunha Mattos, diretor de residência médica da SBMFC de Porto Alegre (RS).

Atenção Primária à Saúde

  Prevenção, diagnóstico, tratamento, recuperação, reabilitação, promoção e manutenção da saúde são apenas algumas das ações que formam a Atenção Primária à Saúde, desenvolvidas pelo Estratégia Saúde da Família (ESF), dentro do Sistema Único de Saúde (SUS). As equipes do ESF são compostas por um médico de família, um enfermeiro, um auxiliar de enfermagem e seis agentes comunitários de saúde. Quando ampliada, conta ainda com: um dentista, um auxiliar de consultório dentário e um técnico em higiene dental. Estas equipes são responsáveis pelo acompanhamento de um número definido de famílias, localizadas em uma área geográfica delimitada.

 

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará