WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa Informa – 26-02-2013

0

SINDICALIZAÇÃO 2013

Atendendo a estratégia de associar mais 500 médicos neste ano, o Sindmepa acaba de lançar a campanha de filiação 2013. Segurança, comodidade e vantagens são as ideias centrais da campanha, que se utiliza de várias peças publicitárias, redes sociais e outros veículos para chamar a atenção dos médicos para a necessidade de filiação. Os benefícios vão desde descontos em plano de saúde, assessoramento jurídico, até uma ampla rede de parceiros. Sindicalizado, o médico ajuda a fortalecer a entidade que faz a sua defesa diante da sociedade.

IDESMA

O Idesma tem até o dia 6 de março para depositar na Justiça do Trabalho as rescisões contratuais não pagas, referentes aos 135 médicos do Metropolitano que foram distratados pela empresa no final do ano passado. 55 médicos ainda não receberam suas rescisões. O governo do Estado também foi oficiado na audiência a se manifestar sobre o caso, já que o Idesma alega que não pagou os médicos porque não recebeu do governo. O Idesma disse que não está retendo a carteira de trabalho de nenhum médico, portanto quem deixou a CTPS na empresa pode ir resgatá-la. O endereço é Senador Manoel Barata, 718, sala 302.

ADEUS AO ALMIR

O Sindmepa apresentou condolências e solidariedade à família do ex-governador Almir Gabriel pelo seu falecimento na semana passada. Médico cirurgião torácico, político de carreira e empreendedor, é incontestável que Almir Gabriel deixou sua marca na história do Pará, como parlamentar, gestor e profissional da saúde.  As importantes obras que edificou, tanto em Belém como no interior do Estado, além da participação em importantes debates em favor do Pará e do BrasiI são marcas registradas de sua trajetória pela vida pública.

DIAGNÓSTICO MÉDICO

O Conselho Federal de Medicina divulgou na semana passada o perfil e a distribuição dos médicos no Brasil. O Pará continua com uma das piores colocações no ranking nacional. É o segundo Estado com menos médicos por habitantes. A estatística aponta 0,84 médicos para cada 1.000 habitantes. Reiteramos que não é o número de médicos por habitantes que vai interferir na qualidade da saúde da população, mas sim plano de carreira que valorize o profissional e condições adequadas ao exercício da profissão.

HOSPITAL DE BREVES

O Sindmepa vai formular ao CES pedido de esclarecimentos da Sespa sobre o possível uso do avião do governo do Estado no transporte de médicos de fora do Estado para o Hospital Regional de Breves, no Marajó. Quando se trata de contratar médicos paraenses, não temos qualquer tipo de privilégio e a remuneração é bem inferior. Além disso, não se vê a menor preocupação com condições de trabalho.

DESPREPARO

Nos 144 municípios paraenses, somente onze secretários de saúde possuem nível superior em medicina. Na relação de secretários figuram profissionais de diversas áreas, mas sem experiência de gestão em saúde. Entre eles, cinco secretários possuem somente o nível fundamental. Ora, se queremos melhorar a saúde no Estado temos que começar pela qualificação profissional daqueles que vão gerenciar a área.

 

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará