WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Mais recursos para a Saúde é pauta da Marcha das Centrais Sindicais

0

Na quarta-feira (6), em Brasília (DF), o Movimento Nacional em Defesa da Saúde Pública, o Saúde+10, participou da 7ª Marcha das Centrais Sindicais e Movimentos Sociais, que entre suas reivindicações incluirá a luta para que 10% dos recursos correntes da União sejam destinados à Saúde. A mobilização reuniu aproximadamente 50 mil trabalhadores de seis centrais sindicais e representantes de diversos movimentos sociais, de acordo com os organizadores.

A iniciativa visa, de maneira contínua e crescente, trazer mais cidadãos à consciência dessa ampla mobilização nacional que dará à sociedade o direito de definir a priorização da saúde como bem maior, e, por sua vez, garantir um direito constitucional.

“Os usuários do Sistema Único de Saúde são os trabalhadores e suas famílias e envolvê-los na luta por mais recursos para a saúde é fundamental para alcançarmos um milhão e quinhentas mil assinaturas que o Projeto de Lei de Iniciativa Popular necessita para ser encaminhado ao Congresso Nacional. Mais recursos para o SUS é criar condições para melhorar os serviços de saúde e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida dos trabalhadores”, avaliou Ronald Ferreira dos Santos, coordenador do movimento nacional.

Até o final do ano passado, o primeiro balanço de coleta de assinaturas feita pela coordenação da campanha nacional apontava que cerca de 700 mil já tinham sido obtidas, fruto do esforço de sindicatos, conselhos profissionais, parlamentares e diversas entidades que participam do movimento.

Após a marcha, representantes das entidades que participam do movimento se reúnem para fazer um novo balanço da coleta das assinaturas e traçar o plano de trabalho para o próximo período.

Marcha das Centrais – A mobilização de sindicalistas em Brasília “Em defesa da cidadania, do desenvolvimento e da valorização do trabalho”, retoma a pauta aprovada na Conclat – Conferência Nacional da Classe Trabalhadora que têm como foco a defesa do desenvolvimento do país com valorização do trabalho e distribuição de renda. “Daí a pertinência de destacar a defesa do SUS e da saúde entre as bandeiras dos trabalhadores”, explica Ronald Ferreira.

O movimento Saúde + 10 aproveitará a mobilização de milhares de trabalhadores para coletar mais assinaturas e envolver entidades que ainda não estejam incorporadas ao movimento.

Mais informações: www.saudemaisdez.org.br
Fonte: Movimento Saúde+10

 

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará