WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Médicos comemoram o Dia do Trabalho em Natal

0

A Federação Nacional dos Médicos (FENAM) mobilizou os médicos e entidades representativas dos trabalhadores para comemorar o Dia do Trabalhador nessa quarta-feira (01). Além de celebrar, a mobilização teve o objetivo de avaliar o contexto atual no qual os profissionais estão inseridos e planejar o futuro, deixando claro a sua preocupação com o estado no qual se encontra a saúde pública. A programação se iniciou com uma passeata que reuniu em torno de 150 pessoas e à noite, houve uma solenidade com manifestação de entidades convidadas e homenagem a um nome da luta pela democracia brasileira. Reuniões do Conselho Fiscal da entidade e da CNTU abriram essa quinta-feira (02), que seguirá com palestras. E para finalizar, amanhã (03), acontecerá o Conselho Deliberativo da FENAM.

O presidente da FENAM, Geraldo Ferreira, destaca que quer transformar o Dia do Trabalhador em uma data significativa para o movimento médico. “O 1º de maio é uma data universal de valorização do trabalho, lotada de significado. É hora do médico se sentir digno, representado, motivado a fazer uma reflexão sobre o modelo de trabalho no qual se encontra”.

Ele completou que a manifestação também é importante para que a sociedade se conscientize que os trabalhadores estão comprometidos com a condição da saúde.

Foram convidados representações parlamentares e o executivo, entidades médicas nacionais (CFM, AMB) e representações estaduais, a CNTU e centrais sindicais, palestrantes nacionais, pessoas comprometidas com o futuro do país e com a saúde.

Do Pará, participaram da comemoração os diretores Waldir Cardoso, João Gouveia, Wilson Machado e Carlos Sinumbú.

Dia 01
O Dia do Trabalho começou às 8h com uma passeata que saiu da Associação Médica e terminou no parque das Dunas por volta de 13h. A manifestação envolveu instituições médicas e todos os trabalhadores da saúde, incluindo também a população. À noite, uma solenidade homenageou José Ferreira Lopes, o Dr. Zequinhaum, um nome na história do movimento estudantil contra a ditadura.

“Ele é um exemplo do tipo de pessoa que precisa receber o reconhecimento em vida pra dizer que a luta dele valeu a pena. É um incansável na busca das questões sociais, e aí está incluída a saúde”, enfatizou Geraldo Ferreira.

Dia 02
Às 9h, a Confederação Nacional dos Trabalhadores Liberais Universitários Regulamentados (CNTU) se reuniu com a FENAM e às 10:30h houve areunião do Conselho Fiscal da entidade. A parte da tarde seguirá com palestras sobre a conjuntura nacional a partir das 13h.

Dia 03

Na sexta-feira, o Conselho Deliberativo da FENAM estará a postos para debater questões importantes para a entidade, como políticas de fortalecimento, cooperativismo de crédito e cursos de formação sindical. A ação é construir uma pauta para guiar a evolução das conquistas do trabalho médico. A ocasião conta com representantes sindicais de todo o país, que juntos traçam coordenadas para nortear o movimento sindical brasileiro.

Com informações do Portal Fenam

 

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará