WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Médicos do Idesma: dois anos de espera por direitos trabalhistas

0

Neste mês completa dois anos que a OS Idesma despediu mais de 40 médicos que trabalhavam no hospital Metropolitano sem honrar os direitos trabalhistas da maioria deles. Trabalhando em regime celetista, os profissionais tiveram contratos encerrados, mas não foram homologados direitos como férias e décimo proporcionais, saldo de dias trabalhados, entre outros. A assessoria jurídica do Sindmepa entrou com ação trabalhista contra o Idesma e o Estado, a quem a OS prestava serviços ganhando valores estratosféricos.

O Sindmepa obteve vitória na primeira e na segunda instâncias em favor dos médicos, mas o Estado recorreu ao Tribunal Superior do Trabalho, após a derrota no TRT da 8ª Região. Com o recurso do Estado ao TST, a execução do Idesma foi suspensa.

Enquanto isso, trabalhadores que perderam horas e horas de trabalho no atendimento no Hospital Metropolitano permanecem sem receber seus direitos. E a situação se repete com centenas de outros médicos que atuam no Pará sem terem garantidos os direitos trabalhistas elementares. “Esse é mais um argumento que nos leva a reafirmar nossa posição contrária à contratação de OS pelo Estado e a defender a carreira de estado para médicos. Por mais respeito e consideração pela categoria”, afirma João Gouveia, diretor do Sindmepa.

 

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará