WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Comissão debate ações de combate a acidentes com escalpelamento

0

A Comissão Estadual de Erradicação dos Acidentes com Escalpelamento (CEEAE), composta por 16 membros, realizou nesta quarta-feira (11), a primeira reunião mensal de 2015, convocada com a finalidade de definir as estratégias que serão elaboradas ao longo deste ano em todo o Estado e avaliar o que foi executado até o momento. No ano passado, 10 casos de escalpelamento – incluindo uma morte – ocorreram no Pará.

Durante a reunião foram discutidas ações para prevenir novos casos de escalpelamento – acidente causado pelo eixo exposto dos motores das embarcações, em que parte ou todo o couro cabeludo de meninas e mulheres ribeirinhas é arrancado, podendo levá-las à morte ou deixá-las com sequelas, físicas e psicológicas.

Um total de 409 acidentes com escalpelamentos ocorreram, somente no Estado do Pará, entre os anos de 1980 a 2014. Os acidentes acontecem, principalmente, porque o Estado possui muitos municípios com influência hidrográfica, 72 dos 144 municípios paraenses tem como principal meio de locomoção embarcações que por sua vez não possuem as devidas proteções nos motores.

Como proposta para a próxima reunião, o diretor administrativo do Sindmepa, João Gouveia, sugeriu que cada entidade que compõe a Comissão construa um relatório apontando as ações que têm feito para erradicar os acidentes com escalpelamento no Estado para, assim, construir o Plano para a erradicação destes acidentes.

O Sindicato dos Médicos vem participando há anos de ações de combate aos escalpelamentos nos rios da Amazônia. Em 2013, participou ativamente da campanha nacional lançada pelo Conselho Federal de Medicina (CFM) contra escalpelamentos, estrelada pela atriz paraense Dira Paes. Entre as ações, utiliza suas ferramentas de comunicação, especialmente as redes sociais e o site institucional, para veicular peças publicitárias e apelos da campanha. Em 2013, o número de casos de escalpelamentos foi de 10, mantendo-se inalterado em 2014, o que representa mais de um caso por mês. A meta é zerar este tipo de acidente nos rios da Amazônia.

Por proposição do Sindmepa, a segunda reunião da Comissão Estadual será dia 18 de março, na sede do Sindicato. Fazem parte da comissão, além do Sindmepa, diversas secretarias do Estado, entre elas a Sespa, Seduc e Sejudh, Marinha do Brasil,

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará