WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Médicos da ESF pedem mais estrutura e isonomia salarial

2

Médicos da Estratégia Saúde da Família reunidos ontem no Sindmepa decidiram encaminhar uma pauta de reivindicações à Prefeitura de Belém, apontando os diversos problemas enfrentados pelos profissionais ligados ao ESF. O maior deles é o abandono físico das unidades de saúde, que sofrem de problemas que vão desde a falta de equipamentos básicos até a falta de medicamentos para os usuários atendidos pelo programa.

O descontentamento dos médicos e a Assembleia de ontem foram precipitados pela diferença salarial entre os médicos contratados pelo município para a ESF e os que virão via programa Mais Médicos e Provab, que terão remuneração de R$ 10.000, enquanto aqueles recebem R$ 5.500 líquidos. “São remunerações diferentes para o mesmo trabalho, sendo que os médicos do Provab e Mais Médicos têm uma carga horária ainda menor que os da ESF”, ressalta João Gouveia, diretor do Sindmepa.

No documento a ser enviado à Sesma, além dessas distorções serão apontadas falta de condições referente a equipamentos, medicamentos, estrutura física das unidades e ainda a falta de segurança. Vários médicos relataram casos de assaltos à unidades e insegurança nas visitas às residências dos moradores atendidos. O documento será encaminhado pelo Sindmepa à Sesma e dentro de 15 a 20 dias haverá nova Assembleia para avaliar a situação.

“Vamos cumprir todos os prazos para dar à Prefeitura a oportunidade de dialogar com a categoria. Se não adiantar, discutiremos nos próximos dias a deflagração da greve na ESF”, avisa João Gouveia. O Sindmepa estima que estejam trabalhando na ESF em Belém em torno de 80 médicos.

2 Comentários

  1. ANTÔNIO VIEIRA SOARES NETO on

    È nuito bom esre tipo de atuação do nosso Sindicato . Reitero outra agenda de muita urgência :A exigência imediata de nossos direitos trabalhistas, uma vez que a Sesma mantem os médicos como temporários (no
    meu caso 14 anos de trabalho na Estrategia ) ,enquanto o Governo Federal ,ameaça aqueles que não assinam
    a Carteira das empregadas domésticas .

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará