WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa Informa – 27.03.2015

0

ESTAGNADOS

A política de transplantes do Estado do Pará está estagnada. Os números divulgados, esta semana, na reunião do Grupo de Trabalho de Transplantes, não deixam dúvidas: falta interesse público do Estado nesta política. Os números, não mentem: fila de espera de 800 pacientes para transplante de rim e 200 de córnea. A evolução nos últimos anos foi baixíssima. Em 2014, só fizemos 50 transplantes de rim e 212 de córneas. Exibimos o pior índice de doadores da região Norte. Temos 2,5 doadores a cada um milhão de habitantes. No Piauí, o índice é de 5,1 doadores e no Amazonas 5,4. Estamos propondo a retomada das reuniões bimestrais do GT, a discussão de financiamento para a área e a construção de um hospital de transplantes no Estado.

ACIDENTES DE TRÂNSITO

Por considerar o assunto como de interesse da saúde pública, propomos a discussão dos acidentes de trânsito como pauta extra do Conselho Estadual de Saúde. No Brasil e no Pará as causas de mortes externas, incluindo os acidentes de trânsito, já ocupam o 3º lugar, com tendência a se tornar 1º ou 2º em pouco tempo. A violência, em suas várias formas, ocupa 30% das verbas do SUS; e os acidentes causam enormes prejuízos à previdência social, com a aposentadoria precoce de jovens mutilados no trânsito. A criação da Comissão Estadual de Prevenção de Acidentes de Trânsito para, entre outras coisas, mapear os municípios com maiores índices de acidentes de trânsito, e a realização de ações envolvendo todos os municípios, são medidas urgentes que defendemos no Conselho.

ALEPA AUDIÊNCIA

Esta semana, junto com representantes do CRM e da Sociedade Médico-Cirúrgica do Pará reunimos com o presidente da Alepa, deputado médico Marcio Miranda, sobre a possibilidade de assinatura de Protocolo de Intenções entre as entidades médicas, que seriam representadas pelo Cosempa e a Assembleia Legislativa. Pelo protocolo, o Cosempa poderia emitir pareceres técnicos em projetos de lei de interesse da área da saúde. Nossa proposta será analisada pelas comissões de saúde e de constituição e justiça da Assembleia. Vale ressaltar o papel importante do deputado Luiz Sefer, também médico, na intermediação e acompanhamento do processo.

FARMÁCIAS 24H

Atendendo a uma solicitação nossa, o Ministério Público convocou proprietários de farmácias de Mosqueiro, para discutir o funcionamento desses estabelecimentos em regime de rodízio de 24 horas. A falta de segurança foi o maior argumento apresentado pelos donos de farmácias para o não funcionamento noturno. Proprietários de pequenas farmácias defendem que somente as grandes funcionem à noite. O certo é que o assunto precisa ser discutido e uma solução apresentada. O que não pode é a população ficar à mercê dos estabelecimentos, posto que farmácia 24 horas é um direito social que deve ser garantido, como bem frisou o promotor público.

URGÊNCIAS PEDEM SOCORRO

Na próxima quarta-feira, 1º, médicos que trabalham na área da urgência e emergência de Belém vão discutir suas condições de trabalho em Assembleia, no Sindmepa. A superlotação, problemas de materiais, instalação, medicamentos e equipamentos são alguns dos ingredientes do triste cenário dessa área da saúde na cidade. Para completar, a defasagem salarial nas unidades de urgência e emergência corrói salários e acaba com a qualidade de vida do médico. Vamos aguardar a presença maciça dos colegas para encaminharmos propostas ao poder público.

HONORIS CAUSA

Participamos esta semana, com muito orgulho, da Solenidade de Outorga do Título Honoris Causa ao Professor Raimundo Nonato Queiroz de Leão, na Uepa. O título, merecido, premia o dr. Leão por suas virtudes, méritos e atitudes em favor da saúde em nosso Estado. Mais uma vez, parabenizamos o infectologista pelo grande serviço prestado à sociedade paraense.

AVANÇOS (FISSURADOS)

Uma antiga reivindicação do Sindmepa, foi finalmente criado pelo Estado o Comitê Estadual para Implementação da Atenção aos Portadores de Fissura Labiopalatal, no Sistema Único de Saúde do Pará. O comitê vai discutir ações para o desenvolvimento da atenção e esse público específico, que alcança um número significativo no Pará, propor e elaborar um plano estadual, assegurar a inclusão das ações, entre outras. Nesta sexta, foi realizada uma reunião técnica para tratar da elaboração do plano estadual.

FEDERAÇÃO MÉDICA BRASILEIRA (FMB)

Os diretores do Sindmepa João Gouveia e Waldir Cardoso estão em Fortaleza, nesta sexta, para a posse da nova diretoria do sindicato médico do Ceará. O evento está envolvido em grande expectativa política, já que sindicatos brasileiros dissidentes da Federação Nacional dos Médicos (Fenam) estarão reunidos para discutir detalhes para a criação da Federação Médica Brasileira (FMB). A reunião terá continuidade no dia 24 de abril, em Recife.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará