WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Mais de 9 milhões de pessoas no mundo morrem, todo ano, em decorrência da hipertensão arterial. Combata!

0

Para marcar o Dia Nacional de Prevenção e Combate à Hipertensão Arterial, comemorado ontem, 26 de abril, o médico cardiologista Waldir Cardoso, diretor do Sindmepa, deu dicas sobre como prevenir e combater essa doença tão grave no programa Saúde Alerta, que foi ao ar no último sábado, na RBA TV. Dados da Organização Mundial de Saúde (OMS), apontam que a hipertensão arterial leva à morte por ano mais de nove milhões de pessoas no mundo e adoece cerca de 1,5 bilhão de pessoas. Assintomática, e por isso considerada uma doença silenciosa e traiçoeira, é causada por vários fatores, entre eles o sedentarismo e a obesidade.

Waldir Cardoso respondeu a pessoas entrevistadas nas ruas da cidade que tiraram suas dúvidas sobre a hipertensão arterial. Ele explicou que trata-se do aumento da pressão dentro dos vasos sanguíneos. Um problema, em geral, assintomático. “Por isso, a importância de você verificar a pressão arterial periodicamente”, disse. Cerca de 30% das pessoas podem manifestar sintomas da doença. Nesses casos, os sintomas são dor de cabeça, na nuca, e eventualmente, tonturas”

“A hipertensão não tem uma causa definida é uma doença que chamamos de multifatorial. Algumas causas são a hereditariedade, ou seja, se você tem hipertensos na família, têm maior tendência a apresentar hipertensão; pessoas de cor e negra e do sexo masculino também são mais propensa”, disse o cardiologista.

Outro fator de risco para a hipertensão é a falta de atividade física e a obesidade, que em geral caminham em paralelo. “Obesidade é um fator importante para a sobrevivência da hipertensão, aliada à falta de atividade física e a idade. Quanto mais envelhecemos, mais propensos ficamos à hipertensão”, explicou.

A prática de atividades aeróbicas – aquelas que mexem com grandes grupos musculares – e uma alimentação saudável, com predomínio de alimentos naturais e baixíssimo teor de sal, é a melhor combinação para evitar a hipertensão.

A doença pode levar ao acidente vascular cerebral (AVC), infarto do miocárdio, insuficiência renal, aneurismas, entre outros. A prevenção evita que o paciente desenvolva as complicações decorrentes, reduz o número de internações e aumenta a sobrevida com melhor qualidade de vida.

 

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará