WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa Informa 05.04.2015

0

FORÇAS UNIFICADAS (SESMA)

A unificação de forças com os médicos que atuam na Estratégia Saúde da Família em Belém, foi a melhor decisão tomada pelos profissionais que atuam na área de urgências e emergências para fortalecimento do movimento médico da capital do Estado. A assembleia das urgências aconteceu na quarta-feira, no Sindmepa, ficando decidido se aguardar a posição da Prefeitura que teremos na próxima terça, em audiência com o prefeito Zenaldo Coutinho. Quanto aos médicos do HPSM do Guamá, aguardam a resposta da Sesma que ficou de sair até o próximo dia 6. O cerco está se fechando.

REUNIÃO ANANINDEUA

Foi confirmada pela Secretaria de Saúde de Ananindeua audiência para o dia 10 deste mês para discutir a pauta de reivindicações apresentada pelos médicos que atuam no município. A extensa lista com doze itens pedidos pelos médicos inclui a melhoria do funcionamento da retaguarda hospitalar, da infraestrutura de trabalho, provimento e manutenção dos equipamentos e o abastecimento regular de materiais e medicamentos. Além, é claro, a discussões sobre os irrisórios salários pagos aos médicos e o PCCR.

TRANSPLANTES

Já temos desdobramentos da reunião do GT de Transplantes realizada no Sindmepa na semana passada. No próximo dia 8, às 10h30, foram convocados para a reunião os representantes de hospitais notificantes de Belém (aqueles que devem informar sobre potenciais doadores) e no dia 13, no mesmo horário, vamos discutir a normatização do fluxo para consultas e exames especializados. Esperamos que desta vez a coisa ande.

DESMANDOS (ABELARDO SANTOS)

O Sindmepa recebeu denúncias de desmandos e autoritarismo envolvendo o hospital Abelardo Santos. Ali, médico com 30 anos de serviços prestados é demitido sem qualquer aviso prévio e dias e horários de plantões são mudados sem consulta aos plantonistas. Falta de respeito e, acima de tudo, de coleguismo com os profissionais.

AUDIÊNCIA COM ZENALDO

Foi marcada para a próxima terça-feira, 7, audiência do Sindmepa com o prefeito Zenaldo Coutinho. As questões envolvendo condições de trabalho, realinhamento salarial, PCCR e segurança são de suma importância para médicos que atuam na rede municipal e estão extremamente insatisfeitos com a política de saúde do município. Vai depender do resultado da audiência a posição dos médicos quanto ao movimento paredista na próxima assembleia que farão no Sindmepa.

CONVERSA COM ACADÊMICOS

Participamos na semana passada de uma mesa redonda discutindo a saúde do trabalhador, com estudantes de medicina. O debate faz parte de uma disciplina ministrada a alunos do 4º semestre da Universidade Federal do Pará e contou com a presença dos diretores Waldir Cardoso e Hilmar Tadeu, que tiveram a oportunidade de debater e expor experiências do dia-a-dia com cerca de 40 estudantes. É parte da política do sindicato de aproximação com a comunidade acadêmica. Bom para todos.

PRECARIZAÇÃO

A assessoria jurídica e diretores do Sindmepa serão recebidos por promotores do Ministério Público do Trabalho (MPT) na próxima segunda para tratar do problema da precarização das relações de trabalho dos médicos do setor público e privado. O Sindmepa espera que com esta importante ajuda se reduza ou se acabe de vez com a situação atual de “boias-frias” que profissionais médicos são submetidos no Pará.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará