WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa Informa – 17.04.2015

0

ESTADO DE GREVE

Os médicos da Estratégia Saúde da Família que participaram da Assembleia geral de ontem, no Sindmepa, decidiram permanecer em estado de greve depois de ouvirem as respostas da Sesma às suas reivindicações por melhores condições de trabalho e remuneração. Relatos de atendimentos em locais impróprios, tratamento desrespeitoso e falta de equipamentos e medicamentos básicos não faltaram. Vamos esperar o desenrolar dos próximos acontecimentos para voltar a convocar a equipe de médicos da ESF para assembleia geral.http://migre.me/pvX25

NOTIFICADOS (ESF/BELÉM)

O Sindmepa foi notificado pelo Ministério Público do Trabalho a comparecer à uma audiência no próximo dia 23 para tratar das reivindicações enviadas à PMB em respeito a condições de trabalho dos médicos que atuam na Estratégia Saúde da Família do município e que decretaram estado de greve por melhores condições de trabalho, incluindo unidades físicas precárias, falta de medicamentos e equipamentos. Também o Ministério Público do Estado notificou o Sindmepa a informar em um prazo de 15 dias os problemas detalhados por unidade de ESF.

EXAMES ESPECIALIZADOS TRANSPLANTES

O GT de Transplantes do Estado discutiu nesta semana, no Sindmepa, a normatização do fluxo para consultas e exames especializados pré-transplantes e pós-transplantes para os pacientes renais. A ideia é estabelecer um fluxo para que os exames sejam realizados principalmente na rede já disponível – caso do Hemopa e  Laboratório Central (Lacen) – e só nos casos em casos excepcionais no Instituto Evandro Chagas, que hoje está recebendo a maioria desses exames. Estamos nesta luta tentando melhorar a política de transplantes do Estado, que está estagnada, enquanto a fila de espera para transplante de rim alcança 800 pacientes.

REUNIÃO SESAU

Reunimos com o Secretário de Saúde de Ananindeua para arrematar e fazer o acompanhamento do Termo de Compromisso assinado no final do ano passado entre o Sindmepa e a Sesau, buscando melhorias nas condições de trabalho e  aumento do valor do plantão e estabilidade, com a garantia de direitos trabalhistas. O cumprimento do Termo foi resultado da mobilização da categoria e mostra que a união é o melhor caminho para uma saúde de qualidade para médicos e a população.http://migre.me/pv8DP

ELEFANTE BRANCO

Foi com grande pesar que divulgamos nesta semana em nosso site e redes sociais o atual estado da Unacom do Barros Barreto. Inaugurada com estardalhaço em 2012 e com um aporte fabuloso de recursos, a Unidade Oncológica do hospital universitário está praticamente sem funcionamento por falta de recursos humanos e materiais. Vamos provocar o MPF e o MPE para agir em favor do coletivo exigindo que a Unacom funcione em sua plenitude. Quanto aos físicos e radiologistas que estão há cerca de um ano sem receber da Sespa, vamos promover uma ação jurídica para que sejam remunerados.http://migre.me/pv8Hn

REGISTRO SINDICAL

Ao receber a renovação do nosso registro sindical, na Superintendência Regional do Trabalho, tratamos com o superintendente do velho problema da pejotização dos contratos, que acaba por suprimir direitos trabalhistas. Relatamos casos e intervimos em favor da liberação do registro sindical dos Sindicatos dos Médicos do Amapá e de Roraima, que estão com processos tramitando há anos no Ministério do Trabalho. A orientação é que cada sindicato encaminhe seus processos diretamente via superintendências estaduais.http://migre.me/pvaOM

SÍNDROME DE BURNOUT

Pesquisa publicada pelo Archives of Internal Medicine, em 2012, indica que os médicos sofrem mais com a síndrome de burnout do que qualquer outro trabalhador. Em uma entrevista feita com médicos americanos (Medscape physician lifestyle), 46% disseram ter sofrido com burnout em algum momento da sua carreira. Esta síndrome ocorre principalmente em profissionais submetidos a elevados níveis de estresse e pressão no ambiente de trabalho. Saiba como prevenir a síndrome e veja mais informações sobre ela em matéria publicada em nosso site: http://migre.me/pvbWR

REUNIÃO FEMAM

A Federação Médica da Amazônia (Femam) realiza no Acre, nesta sexta-feira, encontro para tratar da fundação da Federação Médica Brasileira (FMB). Com a  colaboração do Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed-AC), o evento tem objetivo de discutir as diretrizes básicas de criação de uma entidade que possa representar a classe em todo o território nacional, buscando a valorização profissional. Os temas debatidas na reunião dos sindicalistas terão como base reivindicações trabalhistas, como a melhoria dos serviços de saúde, a carreira médica e mais investimentos para o setor. Mais de 20 sindicatos já se mostraram favoráveis a integrar a nova entidade. Do Sindmepa, participam da reunião os diretores Waldir Cardoso e Wilson Machado, atual presidente da Femam.

 

 

 

 

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará