WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa Informa – 12.06.2015

1

PAÍS DE DESDENTADOS

Apesar de todo o avanço na saúde bucal, mais da metade do país não vai ao dentista anualmente, segundo o IBGE. Embora o Brasil seja o país com mais dentistas no mundo – com 260 mil profissionais –, a população continua negligenciando a consulta. A boca é a porta de entrada de inúmeras doenças sistêmicas que podem ser fatais, portanto, bons hábitos higiênicos e avaliações semestrais contribuem para uma saúde melhor.

IASEP PERIGO

O Iasep realiza chamadas públicas para contratar credenciados que prestarão serviços na área de saúde aos seus segurados em Belém e Barcarena. Aí que mora o perigo. Além de pagar valores defasados de honorários médicos, o Iasep está há seis meses em atraso com seus prestadores de serviços. Portanto, quem se candidatar se prepare para o calote.

SEM RESOLUTIVIDADE

Dando continuidade à nossa agenda de visitas técnicas às unidades de saúde de Belém, nesta segunda fomos à unidade de urgência e emergência da Sacramenta, onde constatamos a falta de resolutividade na atenção básica que provoca a superlotação dos pronto socorros da capital. Na Sacramenta,  procedimentos básicos como curativos e pequenas suturas não estavam sendo feitos por falta de material. O eletrocardiograma e o desfibrilador também não funcionam e a esterilização está parada por falta de autoclave. Enquanto isso, os hospitais do Guamá e da 14 de março vão se transformando em grandes postões. Segue link http://migre.me/qeWqI

SEM PLANTÕES

A Coordenação de saúde mental da Sespa ameaça mais uma vez acabar com os plantões noturnos e de finais de semana na unidade de atendimento a pacientes portadores de distúrbios mentais, dependentes de drogas e álcool de Belém. Ocorre que, de acordo com resolução do CFM, unidades do porte da Caps AD3, que funcionam com 12 leitos para internações, inclusive com porta aberta, têm por obrigação manter atendimento 24 horas. Vamos discutir o assunto com o secretário de saúde para chegarmos a um consenso sobre o serviço.

TRABALHO INSALUBRE

Saiu no DOU de 29/05/2015 Portaria do Ministério do Trabalho e Emprego que estabelece requisitos para a prorrogação de jornada de trabalho em atividade insalubre. Dentre outros, a referida Portaria estabelece que qualquer prorrogação de jornada só  poderá ser praticada mediante autorização da chefia de segurança e saúde no trabalho da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego correspondente. O deferimento do pedido está condicionado ao atendimento de inúmeros requisitos administrativos e de proteção ao trabalhador. É bom lembrar que a atividade médica, por expor os trabalhadores a riscos biológicos, e as vezes, a riscos físicos e químicos, é também considerada atividade insalubre, portanto está contemplada nesta Portaria.

ASSALTO NA SESMA

Como se já não bastasse os quatro assaltos sofridos por um colega médico na USF Riacho Doce, agora está sendo assaltado pela Sesma que não lhe pagou o mês de maio, sob alegação de que não trabalhou no mês de março e abril. Só que ninguém assume a responsabilidade pelo abuso, pois além de ter trabalhado normal, o médico tem cópia de toda sua produção nestes dois meses. O Sindmepa está fazendo a cobrança administrativa à Sesma estabelecendo um prazo para a regularização do pagamento do colega e após esse prazo fará cobrança judicial.

PREFEITO

O prefeito de Belém que pretendia ser o prefeito dos 3 S (Saúde, Segurança e Saneamento) tem fracassado nos três, pois a saúde nunca esteve tão ruim, saneamento em Belém não existe e a insegurança, inclusive para trabalhar, é uma dura realidade.

SOMOS DA FMB

Comemoramos nesta semana uma importante decisão da categoria médica do Pará. Foi aprovado em Assembleia Geral, realizada no último dia 9, terça-feira, a participação do Sindmepa no processo de criação da Federação Médica Brasileira. Também elegemos nossos delegados para a Assembleia de fundação da nova Federação.

1 comentário

  1. ANTÔNIO VIEIRA SOARES NETO on

    Acho que é muito grave o que ocorreu (fraude na folha de pagamento ),com prejiuízo imenso a minha pessoa,.
    Independente da solução administrativa ,pela gravidade do crime praticado ,teremos de solicitar ao Mi-
    nistério Público Federal , imvestigação para punição exemplar dos meliantes .Paralelamente uma ação
    indenizatória por danos morais (minha filha se prontificou a orientar na ação,caso haja necessidade )) .

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará