WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Reunião discute pagamento de plantões extras

0

Na manhã de ontem ,30, uma reunião foi realizada na Sespa entre Sindicato dos Médicos do Pará (sindmepa) e secretário estadual de saúde, Vítor Mateus, para tratar do corte de plantões extras na folha de pagamento de médicos de alguns hospitais do Estado, além de dar continuidade às discussões de implementação do PCCR dos médicos.

O pagamento do corte de plantões extras que prejudicou diversos médicos em todo o estado já está sendo providenciado pela Sespa, garantiu o secretário de saúde. Para o diretor do Sindmepa, João Gouveia, a solução para o problema dos cortes seria “o estabelecimento de um decreto, por parte do governador do estado, que regularizasse a gratificação de alta complexidade, até a implementação do PCCR”.

“Se o governo faz um corte hoje, amanhã uma crise será gerada, com provável greve. O que vai agravar, ainda mais, a situação no município de Belém”, ressalta Gouveia.

Quanto à implementação do PCCR, o mesmo ainda se encontra em discussão. “Não precisa ser necessariamente o plano de carreira ideal. Só queremos um plano satisfatório que, ao longo do tempo, possamos submetê-lo à alterações e melhorias”, frisou Gouveia.

Além das discussões acima também foi colocado em pauta a atual situação da Santa Casa de Misericórdia do Pará, além do pagamento, que estava em atraso dos traumatologistas que atendem pelo SUS. Na manhã de ontem, 29, uma reunião foi realizada na Santa Casa com médicos obstetras, neonatologistas e pediatras, a fim de solucionar problemas que têm acarretado a insatisfação desses profissionais, como, por exemplo, a superlotação do hospital, questão em que o Sindmepa se responsabilizou de enviar ofício à Sespa para realização de uma reunião ampliada para descentralização do atendimento.

Também foi discutida na reunião com o secretário a criação de um Grupo de Trabalho visando a redução e prevenção de acidentes de trânsito na capital, especialmente os acidentes de moto e de um grupo para discutir as situações de calamidade e urgências que repercutem na área da saúde, além do contrato de gestão de OS.

O secretário de saúde afirmou que todas as propostas do Sindmepa  serão colocadas nos próximos contratos, inclusive do Hospital Oncológico Infantil do HOL para garantia de direitos trabalhistas dos médicos pelo regime celetista.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará