WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Combate ao Fumo

0

Neste sábado, 29, comemora-se o Dia Nacional de Combate ao Fumo. A data visa reforçar as ações nacionais de sensibilização e mobilização da população brasileira para os danos sociais, políticos, econômicos e ambientais causados pelo tabaco.

A nicotina, presente em qualquer derivado do tabaco é considerada droga por possuir propriedades psicoativas, ou seja, ao ser inalada produz alteração no sistema nervoso central, trazendo modificação no estado emocional e comportamental do usuário que pode induzir ao abuso e dependência. O quadro de dependência resulta em tolerância, abstinência e comportamento compulsivo para consumir a droga, estabelecendo-se assim um padrão de auto-administração caracterizado pela necessidade tanto física quanto psicológica da substância, apesar do conhecimento de seus efeitos prejudiciais à saúde.

De acordo com o INCA quem fuma sofre de dependência química, e ao tentar deixar de fumar, se defronta com grandes desconfortos físicos e psicológicos que trazem sofrimento. Por esse motivo é importante que o fumante que não consegue parar de fumar sozinho procure um tratamento especializado.

O instituto destaca que o ato de parar de fumar melhora a qualidade de vida e traz inúmeros benefícios a saúde. Entre algumas vantagens estão: 20 minutos após parar de fumar a pressão sanguínea e a pulsação voltam ao normal; após 2 horas, não há mais nicotina circulando no sangue; após 8 horas, o nível de oxigênio no sangue se normaliza; após 12 a 24 horas, os pulmões já funcionam melhor; após 10 anos, o risco de sofrer infarto será igual ao das pessoas que nunca fumaram.

Por tudo isso, nossa recomendação médica: quanto mais cedo você parar de fumar, menor o risco de adoecer.

Ouça na programação desta sexta-feira, 28, da rádio Unama (105.5) o programa Palavra de Médico destinado ao Dia Nacional de Combate ao Fumo.

Com informações da Agência Brasil

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará