WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Médicos vão à justiça para garantir direitos trabalhistas

0

Médicos que trabalharam para o Instituto Ophir Loyola (IOL) vão entrar com ação na justiça para garantir direitos trabalhistas como FGTS e outras verbas rescisórias.

A decisão foi tomada durante uma Assembleia Geral Extraordinária que aconteceu na noite de ontem (12), no Sindicato para discutir a situação dos cerca de 90 profissionais contratados em regime celetista e demitidos pelo Instituto sem FGTS e outras verbas rescisórias.

Para a advogada Silvia Mourão é possível que os médicos do IOL vislumbrem uma vitória, inclusive, com diferença retroativa a congelamento salarial nos últimos oito anos, já que existe uma série de fatos que comprovam esta irregularidade. “No caso do Instituto Ophir Loyola vejo que existe uma saída para vencermos esta causa”, disse.

Os médicos demitidos pelo instituto sem qualquer garantia de direitos que desejarem entrar com ação junto ao Sindmepa devem se dirigir ao Sindicato munidos dos seguintes documentos: identidade, comprovante de residência, carteira de trabalho, contracheques e extrato analítico do FGTS.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará