WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Reunião no MPE discute situação da Unimed

0

Uma reunião realizada hoje, na Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor da Capital, discutiu os problemas enfrentados pela Unimed Belém e o processo de direção fiscal instaurado pela Agência Nacional de Saúde (ANS). O Sindmepa solicitou a reunião ao MP preocupado não só com os cerca de 1.800 cooperados, mas com os funcionários, que chegam a 1.300 e os cerca de 350 mil clientes da empresa, disse o diretor do sindicato, João Gouveia, que participou da reunião.

A Unimed é uma empresa de utilidade pública. Queremos tentar mostrar uma outra solução para a recuperação financeira da empresa sem onerar os cooperados, que já estão há mais de cinco anos sem reajuste em consultas e procedimentos.

Questionamos porque uma empresa que vem apresentando uma ampla recuperação financeira, pois apresentou uma margem de insolvência em setembro de 2014 de R$ 230 milhões e em julho de 2015 apresentou margem de insolvência de R$ 100 milhões, apresentando portanto recuperação de R$ 130 milhões.

Para recuperar a empresa, a Unimed apresentou um aporte de recursos considerável onde cada cooperado entrará com um montante de R$ 2.100 durante um período de nove meses. “Achamos que a reunião foi positiva e que a situação pode se reverter sem penalizar ainda mais os cooperados e usuários da Unimed Belém”, analisou João Gouveia.

O presidente da Unimed, Wilson Niwa, informou que foi aprovado em Assembleia Geral da Unimed um plano “para reverter a anormalidade econômico-financeira da cooperativa” e que após a decisão da Assembleia em que os cooperados concordaram com um aporte financeiro de R$ 18.900 por cooperado, a ANS se comprometeu a decretar nova direção fiscal para a cooperativa, que apresentará um novo plano de saneamento com o prazo de 18 meses.

O representante da Agência Nacional de Saúde, Thiago Pantoja da Silva, disse apenas que a ANS está cumprindo a legislação sobre o assunto. A promotora Joana Coutinho exigiu que a ANS apresentasse num prazo de 15 dias a situação real da empresa por meio de documentação contábil.

Além de João Gouveia, participaram da reunião pelo Sindmepa os diretores Waldir Cardoso, Lafayette Monteiro, Erivaldo Pereira e a médica Verônica Costa. Participaram ainda, pelo Procon, Ellen Barbosa e Moisés Bendahan.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará