WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa Informa – 07.08.2015

1

NOVOS DELEGADOS EM MARABÁ

Eleitos os novos Delegados Sindicais do Sindmepa em Marabá. Em assembleia, foram eleitos os médicos Daniel Azevedo e Gilberto Alexandre, titulares, e Carlos Garibaldi Cintra e Marcos Jova, suplentes. Terão muito trabalho pois a saúde em Marabá “inspira cuidados”.

SANTARÉM

A superlotação no Hospital Municipal de Santarém e problemas contratuais enfrentados pelos médicos têm gerado sérios problemas no município. Colegas denunciaram que recentemente, houve queda de energia e vários pacientes que precisam da ajuda de respirador para sobreviver tiveram que ser socorridos por meio de um respirador manual pela equipe, mas, infelizmente, um paciente veio a óbito. Os médicos reclamam ainda da falta de vínculo empregatício, que gera grande instabilidade e problemas para a gestão.

ALEITAMENTO MATERNO

Reafirmamos nesta semana, na abertura da Semana Mundial do Aleitamento Materno, na Santa Casa, nosso compromisso com o aleitamento materno e a necessidade de tornar esta ação de atenção básica uma ação comum a todos os municípios do Estado, não só a Belém. Defendemos ainda que os hospitais desses municípios se tornem Hospitais Amigos da Criança dando o devido valor ao aleitamento materno exclusivo nos seis primeiros meses de vida.

UNIMED RECUPERAÇÃO

Reunimos, no MPE, com a Promotoria de Justiça de Defesa do Consumidor da Capital na tentativa de encontrar soluções para os problemas enfrentados pela Unimed Belém. O Sindmepa se preocupa não só com os cerca de 1.800 cooperados, mas com os 1.700 funcionários e os cerca de 350 mil clientes da empresa. A Unimed é uma empresa de utilidade pública e já demonstrou capacidade de recuperação. Queremos tentar mostrar uma solução para a recuperação financeira da empresa sem onerar os cooperados, que já estão há mais de cinco anos sem reajuste em consultas e procedimentos.

RISCO DAS TOMOGRAFIAS

O risco do excesso de tomografias computadorizadas para a saúde foi abordado pelo médico Drauzio Varella em sua coluna semanal. Ele lembra que as tomografias tiveram evoluções importantes para a história da medicina. Com o tempo, os aparelhos de tomografia foram aperfeiçoados para se tornar mais rápidos, baratos e capazes de obter imagens mais sofisticadas. Mas as doses de radiação ficaram maiores. Daí a importância da indicação precisa e correta do uso de tomografias para a saúde de pacientes e para os custos para a saúde pública e privada.

ALERTA SOBRE “OS”

Sespa, leia-se dr. Vitor Matheus, garante que nos novos contratos e na renovação de contratos dos hospitais gerenciados por Organizações Sociais (OS), os profissionais terão seus direitos trabalhistas garantidos e contratos via CLT. Por isso, o Sindmepa alerta aos médicos para que não façam negociações isoladas com as OS. A orientação é que o Sindmepa represente a categoria nas negociações. Nossa proposta inicial partirá sempre do piso nacional da categoria hoje fixado em R$ 11.675,94 para 20 horas semanais.

AGE GUAMÁ

As dificuldades vivenciadas pelos médicos com a superlotação do HPSM do Guamá foram relatadas durante AGE realizada no último dia 4. O hospital continua um barril de pólvora, com a falta de estrutura, materiais e quadro clínico para a grande demanda. É público e notório que o número de pacientes no PSM do Guamá dobrou após o incêndio na 14, contudo a quantidade de médicos para o atendimento continua a mesma…

EM TEMPO

Em reunião realizada nesta sexta-feira, no Sindmepa, o secretário municipal de Saúde garantiu que os cirurgiões e anestesistas que trabalhavam no PSM da 14 deverão tirar plantões fixos no hospital Samaritano e será contratado um cirurgião para completar a segunda equipe no HPSM do Guamá. Vamos ver se a ideia se concretiza.

TOLERÂNCIA ZERO

A Comissão estadual de erradicação dos acidentes com escalpelamento nos rios paraenses decidiu apertar o cerco contra prefeituras e donos de embarcações que não tomam as providências necessárias para a segurança de passageiros no interior. Agora, gestores e proprietários de embarcações serão notificados e quem não se enquadrar receberá multa e até cassação do barco. Só com punição poderemos acabar com esse tipo de acidente que só este ano já vitimou sete pessoas nos rios do Estado, inclusive um menino de oito anos.

PCCR

Nesta semana tivemos mais uma rodada de debates com a Sespa sobre a elaboração do PCCR da saúde no Estado. A Secretaria apresentou um esboço do Projeto, sobre o qual fizemos alguns ajustes. Uma nova rodada de negociações deve acontecer no próximo dia 02. Também discutimos a redução dos valores dos repasses do Estado aos hospitais públicos, ressaltando que não haja prejuízos sobre os direitos já garantidos aos médicos, inclusive, de acordos anteriores, como a gratificação de alta complexidade acertada entre as partes, pois isto pode gerar conflitos e agravar a situação no momento.

 

1 comentário

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará