WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa Informa – 10.04.2016

0

SAÚDE NA AMAZÔNIA
A Federação Médica da Amazônia (Femam) esteve reunida em assembleia geral extraordinária, na semana passada, em Macapá, discutindo a política de saúde pública do estado. A federação também participou da posse da nova diretoria do Sindicato dos Médicos do Amapá, que ocorreu durante cerimônia no CRM-AP.

DENÚNCIA
O Sindmepa protocolou esta semana junto ao Ministério Público do Trabalho denúncia contra o grupo Hapvida por falta de contratualização pelo regime celetista, numa burla à legislação trabalhista, em todos os seus serviços próprios.

ANESTESIOLOGISTAS
Os anestesiologistas da Coopanest-Pará (Cooperativa da especialidade) estão em pé de guerra com a Sesma. É que já somam quatro meses de atraso no pagamento dos serviços por eles prestados para a Secretaria. Ameaçam suspender a prestação desses serviços, se não houver pagamento até o próximo dia 15. Este é, sem dúvida, um problema de peso para ser resolvido.

DIA MUNDIAL DA SAÚDE
Aproveitamos o Dia Mundial de Saúde, 7 de abril, para fazer uma avaliação da saúde em nosso estado, município, sem esquecer da esfera nacional. Convivendo com péssimas condições de trabalho, médicos no Pará atuam como se estivessem em campos de guerra. Não há equipamentos, materiais e medicamentos para exercer minimamente a profissão com dignidade. Há muito denunciamos que nosso modelo de saúde está falido e precisa ser rediscutido com urgência. Publicamos em nosso site editorial com um panorama geral da saúde e vamos continuar publicando textos ao longo da semana debatendo os problemas da saúde e sua relação com a categoria médica. Saúde de qualidade para todos.

FÓRUM SINDICALISMO
O Sindmepa recebeu na última quinta e sexta-feira o Fórum Sindicalismo, Política e Cidadania organizado pela Confederação Nacional das Profissões Liberais – CNPL. O fórum recebeu profissionais liberais de várias áreas com palestras e debates sobre a necessidade de atualização e redefinição das boas práticas sindicais. Entre os palestrantes, esteve presente o diretor-adjunto do escritório da Organização Internacional do Trabalho – OIT no Brasil, Stanley Gassek.

PARAUAPEBAS
Parauapebas entra para a lista de municípios caloteiros do Sindmepa. Num flagrante desrespeito a categoria médica, além da política de precarização das relações de trabalho, o município passou a atrasar o pagamento dos salários aos médicos. Sem dar qualquer satisfação sobre os atrasos, a prefeitura do município ainda tem punido com o desligamento do quadro funcional daqueles que reclamam. Este foi o motivo do infarto agudo do miocárdio sofrido pelo médico Bento Torres, no gabinete do secretário Adjunto Juranduyr Soares, após calorosa discursão.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará