WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa Informa – 14.08.2016

0

CALOTE DA PMB

A prefeitura de Belém entrou no rol dos municípios caloteiros de médicos. Apesar de já termos entrado em contato diversas vezes com o secretário municipal de saúde e o próprio prefeito municipal, há meses que as situações se arrastam sem qualquer solução. Há casos de não pagamento de adicional diurno e noturno e tícket-refeição dos médicos do HPSM da 14; atrasos do pagamento dos médicos do hospital Samaritano e dos médicos lotados na UTI pediátrica da Santa Casa, gerenciados pela Sesma. Isso sem falar nos casos pontuais de cortes indevidos no salário de um médico do Riacho Doce, que se arrasta há mais de um ano e de um otorrino da 14 que não recebe sobreavisos desde 2015. Com tudo isso, a gente começa até a suspeitar de Caixa 2 com o dinheiro da saúde. Com a palavra o Ministério Público.

ACOLHIMENTO FAMAZ

Participamos mais uma vez da Semana de Acolhimento ao Calouro Famaz, numa ação que já se tornou parte das atividades do Sindmepa, e visa além de acolher os futuros profissionais, alertar os acadêmicos sobre as armadilhas e desafios que os aguardam. Representando o Sindmepa, o diretor Wilson Machado exibiu vídeo institucional e falou sobre a importância da organização da categoria para a futura profissão, o papel do médico na sociedade e a importância da boa relação médico-paciente. Boas-vindas aos novos calouros.

FRENTE DA MEDICINA

Estivemos representados nesta semana no evento de criação da Frente Parlamentar da Medicina (FPMed), realizado na Câmara dos Deputados, em Brasília. Nosso diretor de defesa profissional, Lafayette Monteiro, participou do evento junto com diversos outros médicos e representantes de entidades de todo o Brasil. A Frente vai tornar mais coesas as lutas em defesa da categoria e da área da saúde. Lafayette também representou o Sindmepa no I Fórum Nacional de Integração de Médico Jovem, do CFM, que discutiu os problemas de saúde física e mental do médico observados desde a faculdade e a residência médica.

AS DOENÇAS E O TEMPO

Será na próxima sexta-feira, 19, às 18h, no Sindmepa, o lançamento do livro do colega Eurico de Aguiar. Em As doenças e o tempo, o autor fez um mergulho nas doenças ao longo dos séculos e sua evolução até os tempos modernos. Parceiro do projeto, o Sindmepa vai oferecer um exemplar autografado pelo autor aos que estiverem presentes ao coquetel de lançamento.

DEBANDADA

É cada vez maior a debandada dos médicos paraenses da prestação de serviços para os planos de saúde, como já vem ocorrendo no eixo Rio/SP. Tudo em função dos péssimos valores de honorários pagos por estas empresas, somado às glosas cada vez mais frequentes e aos constantes atrasos no pagamento das produções apresentadas. O resultado é a grande dificuldade que vem tendo os usuários em marcar consultas, principalmente nas especialidades com menor número de especialistas.

PLANO POPULAR

Infeliz e mal intencionada, em diversos aspectos, a decisão do Ministério da Saúde de criar planos populares de saúde. Além de não resolver os problemas nem da saúde pública, e muito menos da privada, só vai beneficiar empresários da saúde privada e deixar os usuários mais uma vez na mão. No final, vai sobrar para o alquebrado Sistema Único de Saúde.

 

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará