WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Atendimento a pacientes com câncer de mama é debatido na DPU

0

Entidades médicas estiveram reunidas, nesta manhã 13, na Defensoria Pública da União para discutir a situação dos hospitais que tratam o câncer de mama e levantar dados acerca da situação destes.  Durante a reunião ficaram fixadas as datas de 19 e 20 de outubro para realizar inspeções no hospital Ophir Loyola, Unacom do Barros Barreto, Uremia, Santa Casa e Saúde da Mulher.

O diretor João Gouveia, que representou o Sindmepa, afirmou que tem trabalhado juntamente com o CRM realizando visitas técnicas nos estabelecimentos de saúde, onde se observa que as duas grandes dificuldades para o tratamento da pessoa com câncer de mama, ou qualquer outro tipo de câncer, é o diagnóstico e o tratamento junto ao hospital Ophir Loyola. O diretor ressaltou ainda que outro grande problema do enfrentamento do câncer de mama é a demora que vai desde o primeiro atendimento até a cirurgia e a falta de medicamentos.

O representante do CRM, Jorge Tuma, disse que espera contar com a colaboração da Defensoria Pública da União para melhorar a situação da saúde no estado. “É uma luta insana e diária”, afirmou.

A doença

O câncer de mama representa 25% de todos os casos de câncer que surgem no mundo a cada ano, segundo estimativas do Instituto Nacional do Câncer, Inca. A doença é a quinta causa de morte no mundo e a primeira no Brasil, entre o público feminino.

Outra alarmante estimativa do Instituto é que cerca de 58 mil novos casos de câncer de mama devem ser registrados no Brasil este ano.

Segundo o Ministério da Saúde, um em cada três casos de câncer pode ser curado. No caso do câncer de mama, a cura se torna mais fácil porque a doença apresenta sintomas e sinais em sua fase inicial.

Com informações do Diário do Pará

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará