WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa completa 35 anos em meio a festa e vitórias

0

 

O aniversário de 35 anos de fundação do Sindicato dos Médicos do Pará movimentou a noite de sexta-feira, 21, na Boaventura da Silva, 999, onde está localizado o prédio sede do sindicato. Um grupo seleto de médicos, representantes de entidades médicas e estabelecimentos de saúde, parceiros, conselheiros de saúde, além do deputado federal, Arnaldo Jordy, prestigiaram o evento. Os diretores João Gouveia e Wilson Machado, membros da diretoria colegiada, representaram os anfitriões da noite. Tendo iniciado suas atividades com poucos mais de 200 filiados, o Sindicato Médico do Pará comemora um número de 2.500 associados, o correspondente a cerca de 40% do total de profissionais cadastrados no CRM-Pará, um êxito obtido por poucas entidades de classe paraense.

Desde os anos 30 que médicos paraenses já se mobilizavam para ter uma entidade representativa de classe, de acordo com os pesquisadores paraenses Aristóteles de Miranda e José Maria de Castro Abreu Junior, que lançaram recentemente artigo sobre o assunto. Porém foi na década de 70, sob os auspícios da ditadura militar, que a categoria foi à luta para transformar sua associação em Sindicato, o que aconteceu oficialmente já no início dos anos 80. Exatamente no dia 16 de outubro de 1981, no auditório do Conselho Regional de Medicina, onde a nova entidade inicialmente funcionou em uma sala improvisada, foi oficialmente lavrada a ata de fundação do Sindmepa. Nesses 35 anos, a entidade tem colecionado vitórias, e mantém uma luta constante para alcançar melhorias para a categoria médica paraense, entre melhores salários, condições de trabalho e qualidade de vida.

dsc_1083

Em seu discurso de saudação aos médicos, na noite de sexta, o deputado federal Arnaldo Jordy, parceiro de lutas dos mais antigos membros da diretoria, acentuou as qualidades de uma entidade que prima pela ética e retidão em seus atos, que faz política sem ser partidária e alcançou um patamar que poucas instituições alcançaram. “Ter 40% da base filiada ao sindicato é um número quase inédito nos dias de hoje, dias de crise, de valores tumultuados, as representações estão quase todas em cheque”, disse. Ele frisou ainda o caráter cidadão do sindicato, destacando que o Sindmepa “é uma entidade que não está restrita apenas a lutas corporativas, mas vai além disso”.

dsc_1119

A defesa incondicional do SUS e seu fortalecimento, lutas cidadãs como a campanha contra o escalpelamento nos rios da Amazônia, fortalecimento de serviço de fissurados, câncer de mama e campanhas de doação de órgãos são algumas das lutas abraçadas pelo Sindmepa para além das bandeiras da categoria. Claro que o Plano de Cargos, Carreiras e Remuneração, que representa a valorização do médico, permanece no topo da lista de lutas do Sindmepa e vai se manter até que a gestão consiga tirar do papel um direito tão elementar para quem se dedica a uma carreira por anos a fio.

dsc_1124

As atividades do Sindmepa foram relatadas pelos diretores João Gouveia e Wilson Machado e reforçadas no vídeo institucional exibido para o público. Representantes de entidades parceiras foram convidados a compor a mesa de apresentações do evento. Participaram Paulo Sergio Guzzo, presidente do Conselho Regional de Medicina (CRM-PA); José Rufino, Sociedade Médico-Cirúrgica do Pará; Breno Monteiro, Sindicato dos Estabelecimentos do Setor de Saúde (Sindesspa).

dsc_1125

O diretor João Gouveia destacou a homenagem póstuma a três médicos importantes para as lutas da categoria: Nonato Sanôva e Sergio Lima de Figueiredo e Jorge Armindo Tamer, ex-diretores que faleceram no exercício do cargo. Ressaltou algumas lutas e vitórias do Sindmepa ao longo do tempo. Além da campanha de combate aos escalpelamentos, luta em favor do serviço de fissurados, luta para implantação do serviço de verificação de óbitos do Pará; luta contra a precarização das relações de trabalho, contra a implantação desordenada de escolas médicas, por mais segurança nos locais de trabalho de médicos e a campanha em andamento pela criação da Frente Parlamentar da Saúde.

O diretor de Comunicação, Wilson Machado, fechou a noite de discursos lembrando dos próximos eventos que a entidade promove: o debate sobre saúde, promoção inédita que acontece amanhã, entre os candidatos a prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues e Zenaldo Coutinho, organizado pelo Sindmepa e o Sindesspa, com apoio do CRM-Pa e SMCP; e a Corrida e Caminhada da Saúde, organização conjunta do Sindmepa e Sindesspa, que acontece no dia 6 de Novembro. A noite de aniversário se encerrou com um coquetel aos presentes.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará