WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386

Sindmepa Informa – 18.12.2016

0

TUCURUÍ

Demissões arbitrárias, unilaterais e irresponsáveis de médicos da atenção básica pela prefeitura de Tucuruí causaram caos no atendimento no município. Esta semana, nosso diretor João Gouveia esteve em visita técnica ao município para tratar das demissões e atrasos de pagamento dos médicos. O Sindmepa está envidando esforços tanto com a gestão que está saindo quanto com a nova gestão para tentar amenizar os prejuízos já sofridos pelos colegas. Será feito um relatório completo da situação a ser enviado às autoridades competentes.

NEFROLOGIA

Nossa diretora Verônica Costa foi eleita a nova presidente da Sociedade Paraense de Nefrologia. A posse está sendo organizada pela chapa vencedora, mas ainda não há data marcada. Nossos parabéns à nova presidente e conte com nosso apoio.

CBHPM

A Associação Médica Brasileira atualizou os valores de porte e da UCO (Unidade de Custo Operacional) da CBHPM, a Classificação Brasileira Hierarquizada de Procedimentos Médicos. A correção usada é do INPC/IBGE, referente ao período de outubro de 2015 a outubro de 2016, calculada em 9,15%. Pelo novo índice, a UCO passa de R$ 17,74 para R$ 19,36 e a consulta de R$ 83,97 para R$ 91,65.

AMAZ SAÚDE

Esta empresa que se diz uma cooperativa, na verdade é uma cooperativa de araque, que vem provocando enormes prejuízos à categoria médica. Recebe plantões por valores muito superiores ao que repassa aos médicos e ainda nega informações sobre seus ganhos, o que vem configurando ser apenas uma empresa de fachada, intermediadora do trabalho médico, cujos donos vivem disso, sem trabalhar, explorando seus próprios colegas. Precisamos dar um basta nestes abusos.

 

NÃO FALTAM MÉDICOS

Reportagem divulgada nesta semana no Bom Dia Brasil reafirma o que sempre dissemos: não faltam médicos no Brasil, faltam políticas públicas para melhor distribuição dos profissionais e mais investimento no SUS garantindo a remuneração digna e o não desligamento de especialistas do Sistema. Por isso, vale dizer, é uma agressão à categoria ainda continuarem trazendo médicos cubanos para reduzir o mercado de trabalho de brasileiros. O que está faltando nada mais é que estratégias de fidelização do médico, como Plano de Carreira e remuneração digna.

 

DEZEMBRO VERMELHO

Foi publicado na semana passada, no Diário Oficial do Estado, o decreto de criação do Dezembro Vermelho, dedicado a ações de prevenção do HIV/Aids. O governo poderá promover ações alusivas à data que fará parte do calendário anual de ações da Sespa. Esse tipo de campanha é importante e devemos apoiá-la, mas as autoridades também não podem esquecer de dar condições materiais efetivas para que os usuários, de fato, tenham acesso a esses serviços. Não bastam decretos, há que haver ações.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará