WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Sindmepa Informa – 12.04.2020

0

ATENDIMENTO VIRTUAL

Para melhorar ainda mais o acesso dos médicos ao sindicato, o Sindmepa está colocando no ar o seu atendimento virtual, via chat. Em breve, a atendente virtual Syndi estará tirando todas as dúvidas dos médicos sobre nossa entidade e tornando ainda mais rápido a solução de suas demandas. É o Sindmepa antenado com o seu tempo.

SOLIDARIEDADE

Um grupo multidisciplinar formado por médicos, enfermeiros, advogados, e vários voluntários de diversas outras profissões uniu forças para produzir equipamentos de proteção individual para os que estão trabalhando no combate ao coronavírus no estado. A iniciativa advém da preocupação com a falta de EPI’s enfrentada pelas unidades de saúde e hospitais do Pará, o que coloca em risco a vida de vários profissionais de saúde. Vale ressaltar que duas médicas infectologistas que integram a iniciativa compõem a diretoria colegiada do Sindmepa, Helena Brígido e Marília Brasil Xavier. Só orgulho.

CONTAMINAÇÃO

Denunciamos esta semana em nossas mídias a possível contaminação por coronavírus de dezenas de servidores da saúde em Barcarena, após participarem de uma reunião convocada pela própria secretaria de saúde. Já encaminhamos o problema à Sespa, Ministério Público e informamos ao CRM, para as providências cabíveis. É inadmissível que gestores que devem cuidar da saúde pública coloquem em risco sua própria equipe e, por tabela, a população que deveriam proteger.

DESCUMPRIMENTO

O Instituto de Assistência à Saúde de Belém (IASB) não estava aceitando até quinta-feira atestados médicos de profissionais de saúde em situação de risco para Covid-19. Alegavam verbalmente que o decreto publicado pela Prefeitura regulamentando o afastamento do trabalho de servidores do grupo de risco, excluía médicos dessa possibilidade. O município estava assim descumprindo decisão judicial que garantiu esse direito aos médicos que optarem pelo afastamento. Encaminhamos a denúncia ao juízo para providências.

FIQUE EM CASA

Em consonância com o Ministério da Saúde e OMS, o Sindmepa recomenda a todos os que podem a permanecer em casa nas próximas semanas mantendo o distanciamento social. A medida é fundamental para vencermos a pandemia e voltarmos à normalidade de nossas atividades o mais cedo possível. Quem pode ficar em casa, ajuda os trabalhadores que precisam sair, a manter a saúde. Se precisar sair por algo essencial, é aconselhável o uso de máscaras que podem ser feitas em casa mesmo seguindo orientações do Ministério da Saúde.

IGUALDADE

O Ministério da Saúde aprovou o programa “O Brasil Conta Comigo”, que convocará acadêmicos do último ano do curso de Medicina para atuar no combate à Covid-19. Os estudantes entrarão em um cadastro e farão treinamento e os convocados receberão por dois anos um bônus de 10% nas provas de residência médica. O Sindmepa considera o bônus justo, porém defende que ele seja estendido a médicos já formados que também estejam atuando na frente de combate à Covid-19.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará