WhatsApp: (91) 98895-3102
S.O.S Sindmepa: (91) 99893386
Afiliado a:

Salomão Habib na live das Quartas Musicais do Sindmepa

0

A live musical da próxima quarta-feira, 26, terá obras renascentistas tocadas pelo renomado músico Salomão Habib em instrumentos como vihuela, alaúde e viola caipira. Com 40 anos de carreira, a apresentação do musicista reunirá composições inéditas e obras de artistas já consagrados como Torroba e Villa Lobos. O show de Salomão será transmitido pelo seu perfil no Instagram, @salomaohabib_, às 19h30.

Salomão Habib vem de uma família de músicos, toca desde os 12 anos. É violonista clássico, compositor, arranjador, pesquisador e produtor musical. Como intérprete, já se apresentou em vários países da Europa e América do Sul tais como Portugal, Bélgica, Venezuela, Suíça, Itália, Argentina, Cuba, Paraguai e Alemanha, onde tocou em mais de 18 cidades, tendo inclusive gravado um de seus discos no país.

“Realizei algumas lives durante esse período da pandemia. Claro que não se compara a uma apresentação ao vivo, mas no momento em que vivemos é uma saída excelente para manter viva a chama da arte musical”, diz o violonista.

Salomão Habib possui 46 discos gravados no Brasil e um pelo selo Buch Julius em Sttutgart, na Alemanha.

Durante o show para as Quartas Musicais, ele se apresentará com alaúde, um instrumento de origem turca; Vihuela, um instrumento de cordas ibérico; Viola caipira, instrumento europeu que adquiriu características extras no Brasil, e violão.

“Eu adoro história e sou apaixonado por violão, então eu uni uma coisa com a outra. Sou professor e pesquisador, não há como pesquisar sem historiar. Meu interesse por instrumentos de época nasceu assim”, comenta o músico.

O Sindmepa divulga semanalmente dicas de filmes e lives sugeridas pelos curadores Marco Antonio Moreira e José Maria Bezerra. Acompanhe a programação no site, nas redes sociais do sindicato ou faça parte da lista de transmissão no Whatsapp. Para receber, envie uma mensagem para: 98895-9355.

Leave A Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Sindicato dos Médicos do Pará